Associação de pedras em litoterapia

O campo da medicina pode se estender por muitos aspectos, ao mesmo tempo em que leva em consideração muitos elementos naturais que se mostram essenciais ao ser humano. A litoterapia faz parte deste tipo de tratamento médico que utiliza as pedras como fonte para encontrar soluções para muitas doenças. Ao longo dos anos, muitas definições resultaram dela, a fim de despertar o interesse de todos por essa prática pseudocientífica. O restante deste artigo ajudará a entender como ou quais são as combinações certas de pedras a serem executadas para obter um resultado satisfatório durante uma sessão de litoterapia.

Quais minerais não devem ser combinados na litoterapia?

Para aproveitar os benefícios de litoterapia, é importante especificar entre os pedras semipreciosas e multar quais são melhor evitados. Já a Malaquita com sua cor verde é uma pedra que não deve ser compartilhada com outras, pois possui propriedades absorventes. Seria, portanto, capaz de aniquilar os poderes das pedras com as quais estaria em contato, assim como a esmeralda.

A Esmeralda é uma classe de pedra preciosa que também tem o dom de absorção. Este último ajuda a acalmar distúrbios digestivos e equilibrar seu sistema imunológico. Muitas outras vantagens estão associadas a ele, mas para seu ótimo funcionamento, é fundamental usá-lo sozinho, durante o tratamento em litoterapia. Você notará que as diferentes pedras mencionadas estão ligadas por sua cor. Este aspecto permite deduzir que quaisquer que sejam as propriedades de todos os tipos de pedras verdes, é fundamental não misturá-las com minerais de outras cores. Peridot não é exceção à regra, apesar de sua aparência dourada em determinados momentos ou sob a influência de materiais externos.

Já a turquesa, de cor azul e promovendo a melhora dos órgãos internos não deve ser associada à Ametista por exemplo. É o mesmo para shungite que é um pedra semipreciosa originário da Rússia e composto por vários elementos bio-orgânicos.

Por outro lado, você tem olho de tigre, cacoxenita, labradorita e âmbar, que são pedras semipreciosas que você pode combinar sem nenhum problema na litoterapia. Ambos ajudam a manter as pessoas más afastadas e protegem contra más vibrações.

Quais são as dicas para combinar efetivamente pedras na litoterapia?

O princípio é simples durante o processo de utilização de pedras semipreciosas e finas em litoterapia. Observe que de um lado você encontrará aqueles que emitem energia, enquanto outros a sugam. É por isso que a aquisição de experiência na área é inegável para dar origem a um resultado satisfatório. Nesse processo, é essencial conhecer as regras ou condições básicas, como:

Reúna pedras com propriedades idênticas

Na litoterapia, nem todas as pedras destinadas a emitir energia ou absorvê-la têm as mesmas especificidades. Ou seja, a energia absorvida ou emitida não serve a um propósito comum. Não negligencie as virtudes de cada uma das pedras para resolver o problema de incompatibilidade que possa surgir.

As pedras naturais dos chakras

O chakra é a energia concentrada em diferentes níveis do corpo. Para que a combinação de pedras seja bem sucedida, cada uma das pedras deve corresponder a uma cor de uma parte do seu corpo. No caso de uma pedra não ter a cor listada entre aquelas de que seu corpo é feito, separe-se dela.

Pedras com a mesma cor

Para não se perder na documentação, como mencionado acima, prefira pedras da mesma cor. Estes por natureza são energeticamente não contraditórios e até se complementam em alguns casos. Para ilustrar suas explicações, use calcedônia e amazonita que são pedras multar, propício à comunicação. Minerais como âmbar e jaspe vermelho são pedras vermelhas cujo contato pode trazer o dinamismo que o corpo precisa.

Quais são as manifestações de uma má associação de pedras na litoterapia?

As pedras preciosas e semipreciosas que podem ser usadas na litoterapia têm uma carga de energia. Ao misturá-los desajeitadamente, você anula as energias ou ocorre como uma atração doentia. A atração insalubre é como um sentimento que lhe dá uma sensação de mau pressentimento constante. o litoterapia sendo uma ciência não convencional, é importante esclarecer que esse aspecto varia de acordo com cada indivíduo. Para outros, pode ser um mal-estar interior.

Que efeitos de acordo com a associação?

Você está em busca de poder e vitalidade, misture Citrino e Cornalina. Para combater o estresse, faça uma joia com lepidolita e quartzo rosa. Quartzo Fumê e Turmalina Negra afastam o medo. Após um trauma, proteja-se com um conjunto de Rodonita e Turmalina Negra.

  • Ricestone 2a) Dicionário de litoterapia, propriedades energéticas dos cristais.
    Livro: dicionário de litoterapia, propriedades energéticas de pedras e cristais naturais. Edição de bolso. Nova edição. Seja você um simples amador, um entusiasta experiente ou um profissional competente, este trabalho de Reynald Georges Boschiero é "o trabalho de referência do ...
  • Minha bíblia de pedras e cristais
  • Ricestone 2f) LIVRO: Everyday Stones de Julia Boschiero
    Livro de litoterapia: As pedras na vida cotidiana de Julia Boschiero Vivendo a pedra todos os dias. Enquanto a literatura está repleta de dicionários de pedras relatando suas muitas propriedades físicas e psicoemocionais, raras são as obras que realmente introduzem o leitor ao ...
  • O Pequeno Livro das Pedras de Cura - 40 pedras para aprender sobre litoterapia
  • Laboratórios Pierre Fabre ELUGEL - Gel Oral, 40ml
    Laboratórios Pierre Fabre Elugel Buccal Gel recebeu críticas muito positivas de seus usuários. Destina-se a pessoas em situação de pós-operatório ou que não possam escovar os dentes adequadamente, principalmente em caso de deficiência mental ou física. Contém uma combinação de ingredientes ativos selecionados pela sua eficácia. O digluconato de clorexidina é um antisséptico muito eficaz que ajuda a alterar as proteínas das membranas bacterianas. A clorexidina e os sais são reconhecidos pelas suas propriedades desinfetantes e pela sua eficácia duradoura contra as bactérias. Este gel oral permite uma higiene otimizada dos dentes preservando as gengivas. Também ajuda a combater a formação de placa dentária e o mau hálito.
  • Meu manual de litoterapia: O poder das pedras e cristais. Saúde, emoções, energia.
  • Biscoito de Banana e Chocolate ao Leite Pierre & Tim Cookies
    Não há necessidade de uma grande descrição para dizer o quão delicioso é este biscoito! A associação das palavras banana e chocolate já basta!
  • Rhyolite - Jaspe das florestas tropicais [Rolled stone] Litoterapia Natural Stone Minerals [Balance and Senses]
    Pedras Selecionadas, Excelente Qualidade. Cem por cento natural Não sofreu nenhum tratamento susceptível de alterar a pedra Cada peça é única Vendida individualmente
  • Guia de bolso Jean-Michel Garnier Stones - Usado em litoterapia: 540 pedras
    Encadernação: Taschenbuch, Etiqueta: ACV LYON, Editora: ACV LYON, Formato: Illustriert, meio: Taschenbuch, número de páginas: 160, data de publicação: 2021-05-12, autores: Jean-Michel Garnier, ISBN: 2913033199