Radiestesia: desenvolvendo percepções sensíveis


Neste artigo vamos explicar a você a prática da radiestesia, uma técnica particular que, através do uso de mudanças de energia, indica qualquer desequilíbrio ambiental e físico que possa interferir no nosso bem-estar.

Treinamento Praticando Magnetismo

O que é radiestesia?

A radiestesia é um termo cuja etimologia vem da palavra “raio” que em latim significa “raio” e da palavra “aistetis” que em grego significa “sensibilidade” ou “percepção”, às vezes também chamada de rabdomiância. A radiestesia é, portanto, a percepção das energias, das ondas que nos cercam.

Perceber energias é uma habilidade inata que todos possuímos, mas em algumas pessoas é um dom natural que não requer aplicação especial. Você poderia dizer que é a nossa capacidade de 'sentir' tudo ao nosso redor usando algo além dos cinco sentidos, que você poderia chamar de nosso 'sexto sentido'. 

ondas magnéticas

Mas o que são essas ondas ou energias que nos cercam? Para compreender completamente este conceito, é útil dar uma breve e simples introdução ao física quântica

A matéria é a vibração de frequências muito altas geradas pela luz e pelo som que retarda a rotação de seus blocos de construção, ou seja, os campos de energia que giram em torno do núcleo do átomo. 

Essa desaceleração nos faz perceber algo "sólido" pela visão e pelo tato quando sabemos que entre o núcleo do átomo e os elétrons existe um espaço quase infinito. 

É como ver a Terra, a Lua e os outros planetas e compará-los ao Sol com os elétrons que giram em torno do núcleo. O microcosmo é o que vemos na pequenez da matéria, podemos observá-lo na grandeza do espaço. Mas o que mantém essas pequenas partículas juntas? 

Alguns também lêem  O pêndulo divinatório de madeira: meu novo amigo!

Eles são mantidos juntos por atrações energéticas formadas pelo campo eletromagnético que cada átomo desenvolve em torno de si. Então tudo ao nosso redor (visível ou invisível) é uma vibração, até mesmo nosso corpo é visível, mas ao redor dele desenvolve outros corpos não visíveis que criam um campo vibratório. O que se chama aura nada mais é do que o campo etérico, ou seja, o campo de expressão das energias que nossos átomos constituintes emanam no espaço circundante.

Se nosso campo de energia encontra outro campo de energia, ele pode mudar seu estado de expressão no espaço, de modo que sua vibração seja um pouco alterada. Essas mudanças podem ser medidas através de ferramentas de destaque que manifestam a mudança de energia do corpo, embora existam pessoas particularmente sensíveis que são capazes de perceber sem nenhum instrumento a mudança dos campos de energia dentro deles.

Podemos, portanto, afirmar que o corpo humano é uma antena receptora e graças a um instrumento como o biotensor, o pêndulo, preferencialmente em forma de gota, a haste Y (usada pelos radiestesistas) ou a antena Lecher, ocorre uma mudança de corpo quando a energia passa por ele, o que pode ser uma mudança ambiental, o campo eletromagnético cósmico ou as energias das pessoas ao seu redor. 

Como funciona a radiestesia e para que serve?

Explicamos que quando nosso campo de energia se relaciona com os campos de energia ao seu redor, ocorre uma reação que pode ser variável e mensurável de extremamente negativa a extremamente positiva. 

Pode nos fazer perceber se um campo de energia ao redor é negativo para evitá-lo. Vimos que tudo é vibração e, portanto, tudo pode estar ligado ao nosso campo energético, por exemplo, podemos testar nossa interação com o meio ambiente, pessoas e objetos de qualquer tipo, como alimentos, remédios ou roupas.

Alguns também lêem  O pêndulo pode estar errado? Radiestesia Explicada

Radesthesis é, portanto, um método para identificar e evitar o que nos incomoda e, em vez disso, encontrar o que é bom para nós na comida, em casa e nas relações com os outros.

Entenda a radiestesia

Como praticá-lo?

A radiestesia pode ser praticada como autodidata ou com um mestre espiritual. A prática é necessária para preparar o organismo, e especialmente nossa mente, para se engajar em estados de "não-mente" onde nossa mente não pode interferir. 

A parte mais difícil da radiestesia é se transformar em um canal sem deixar que seus pensamentos interfiram, ou seja, ser uma ferramenta neutra.

Para ser um instrumento neutro, não precisamos nos mexer porque isso seria uma interferência muito poderosa. Se você está cheio de pensamentos você não pode ser objetivo, você tem que esvaziar sua mente fazendo exercícios específicos para alcançar pelo menos o chamado estado "alfa", um estado mental gerado por ondas cerebrais particulares que são ativadas por exemplo antes de adormecer ou quando relaxamos completamente. 

Para chegar a esse estado de “atenção neutra” é preciso praticar, só assim poderemos nos aproximar da real percepção do que temos ao nosso redor. Devemos abandonar as respostas que nos são sugeridas pelo nosso conhecimento ou pelos nossos preconceitos e estar presentes na questão no momento presente, é só indo além do nosso conhecido que podemos perceber corretamente o que nos rodeia. 

Expanda seu conhecimento:

Use um pêndulo