Orações para preparar Pentecostes para receber os 7 dons

O dia do Pentecostes simboliza o nascimento da Igreja. Esta festa é considerada pela Igreja Cristã como o dia em que o Espírito desceu sobre os apóstolos e quando, sob a pregação de Pedro, milhares de pessoas se converteram em Jerusalém.

Pentecostes é descrito pela primeira vez em Êxodo 23:16 como “a festa da colheita”, depois em Êxodo 34:22 como “o dia das primícias”. A partir do dia 16 do mês de Nisan (segundo dia da Páscoa), passaram-se sete semanas completas, ou seja, quarenta e nove dias, e esta festa foi celebrada no quinquagésimo dia.

A maneira pela qual deveria ser celebrada é descrita em Levítico 23:15-19 e Números 28:27-29. Além dos sacrifícios prescritos para a ocasião, cada um deveria trazer ao Senhor seu “tributo de oferta voluntária” (Deuteronômio 16:9-11).

O objetivo desta festa era comemorar a conclusão da colheita de grãos. Caracterizava-se pela oferta de "dois pães fermentados" feitos de milho novo da colheita acabada, que, juntamente com dois cordeiros, eram movidos diante do Senhor em ação de graças.

Aqui está a transcrição de uma oração de Pentecostes, legada por Santo Afonso-Marie de Liguori.

Oração para Pentecostes

Oração para Pentecostes

Vamos orar e nos preparar para o Pentecostes!
Ore pela Graça do Espírito Santo

Espírito Santo,
bênção divina,
pai dos pobres,
Consolador do sofrimento,
santo das almas,
Eu me curvo a você,
Eu te adoro na mais profunda obediência,
Repito mil vezes com os serafins diante do seu trono:

Espírito Santo ! Espírito Santo! Espírito Santo!

Você encheu a alma de Maria com infinita graça,
Inflamou os corações dos apóstolos com zelo santo,
E dignou-se a inflamar a minha com o teu amor.

Você é o Espírito Santo
Fortalece-me contra os espíritos malignos;
Você é um fogo
Acenda o fogo do seu amor em meu coração;
Você é uma lâmpada
Deixe-me saber coisas eternas;

Você é a pomba, dando-me pura moralidade;
Você é o sopro cheio de doçura que dissipa as tempestades do meu coração;
Tu és a linguagem que me ensina a te louvar sem cessar;
Você é uma nuvem cobrindo você com a sombra de sua proteção.

Finalmente, você é o autor de todos os dons divinos,

E eu chamo você para me ressuscitar por sua graça,
Santifica-me por tua benevolência,
Governa-me pela tua sabedoria,
Adote-me como seu filho por sua bondade,
E me salve de sua infinita misericórdia,

Então eu nunca vou parar de te abençoar,
Pra te louvar e te amar,
Primeiro na terra nesta vida,
Depois para o céu e para sempre.

Que assim seja

Santo Afonso Maria de Liguori

Santo Afonso-Marie de Liguori, falecido em 1787, é um Santo reconhecido pela Igreja. Ele é o fundador da Congregação dos Redentoristas. Ele nos deixou uma oração para recebermos os sete dons do Espírito Santo (dom do temor, dom da piedade, dom do conhecimento, dom da força, dom do conselho, dom da inteligência e dom da sabedoria).

Nascido Alphonsos, ele nasceu em 27 de setembro de 1696 em Marianera, perto de Nápoles, Itália. Alphonsos cresceu em uma família piedosa e se aposentou com seu pai, Don Joseph, oficial da marinha e capitão da galera real.

Alphonsos era o mais velho de sete filhos criados por uma mãe devota de ascendência espanhola. Alphonsos foi educado na Universidade de Nápoles, onde obteve seu doutorado aos dezesseis anos. Ele começou a exercer a advocacia aos dezenove anos, mas reconhecendo a natureza fugaz do mundo secular, ele rapidamente deixou o tribunal e ganhou destaque.

Em 28 de agosto de 1723, enquanto visitava um hospital local, ele teve uma visão e foi instruído a entregar sua vida inteiramente a Deus.

Em resposta, Alfonso dedicou-se à vida religiosa, mesmo sendo perseguido pela família. Ele finalmente concorda em se tornar padre, mas vive em casa como membro de um grupo de missionários seculares.

Ordenado em 21 de dezembro de 1726, passou seis anos pregando em Nápoles. Em abril de 1729, Alphonse conheceu o bispo Thomas Falcoa, o fundador dos Trabalhadores Devotados. Essa amizade de longa data ajudou Alphonse, assim como sua associação com a mística Irmã Marie Céleste.

Com a ajuda deles, em 9 de novembro de 1732, Alphonse fundou aOrdem do Santíssimo Redentor. A fundação enfrenta problemas urgentes e, apenas um ano depois, Alphonse se encontra com apenas um irmão leigo, seus outros companheiros partiram para fundar sua própria comunidade religiosa.

Ele recomeçou, recrutou novos membros e, em 1743, tornou-se o precursor de duas novas congregações, uma para homens e outra para mulheres.

O Papa Bento XIV aprovou a congregação masculina em 1749 e a feminina em 1750. Afonso pregou e escreveu no campo. Ele se recusou a se tornar bispo de Palermo, mas em 1762 teve que aceitar a ordem do Papa para se tornar a sede de Santa Ágata, a Gótica, perto de Nápoles. Lá ele encontrou mais de 30.000 homens e mulheres não treinados e quatrocentos padres indiferentes.

Durante treze anos, Alphonse alimentou os pobres, ensinou famílias, reorganizou seminários e instituições religiosas, ensinou teologia e escreveu. Seu rigor era rigoroso, e ele sofria diariamente de dores reumáticas que começaram a deformar seu corpo. Ele passou anos bebendo de um cachimbo porque sua cabeça estava inclinada para a frente.

Em 1780, Afonso é levado a assinar um ato de aprovação real para sua congregação. Este compromisso alterou as regras originais, então Afonso foi destituído de todo poder dentro do Redentor.

Excluído de sua própria comunidade, Alfonso sofreu muito. Mas ele supera a depressão, tem visões, faz milagres e dá profecias.

Ele morreu pacificamente em Nocera di Pagani, perto de Nápoles, em 1º de agosto de 1787, ao som do Angelus. Foi beatificado em 1816 e canonizado em 1839. Em 1871 Afonso foi conferido pelo Papa Pio IX.

Declarado como professor da igreja. Seus escritos sobre assuntos morais, teológicos e ascéticos foram influentes e atravessaram os anos, especialmente sua Teologia Moral e a Glória de Maria. Ele foi enterrado no mosteiro de Pagani, perto de Nápoles. O santuário foi construído lá com Santa Ágata dos Godos. Ele foi o patrono dos penitentes, teólogos morais e apóstolos leigos. Na arte litúrgica, ele é retratado como um jovem sacerdote que sofre de reumatismo.

Oração à Virgem Maria de Pentecostes

Vamos orar e nos preparar para o Pentecostes!
Nossa Senhora de Pentecostes, olhai para os vossos filhos:
fique conosco assim neste mundo
O Evangelho de Cristo atrai a todos!

Porque ele disse: "Eu fiz de você meu amigo!" »,
Deixe o espírito de louvor ressoar!
E você, Maria, intercede por nós,
Nós cantamos para você!
Porque ele disse: "Estou sempre ao seu lado!" »,
Que o espírito de destemor sopre!
E você, Maria, intercede por nós,
Nós oramos a você!

Porque ele disse: "Vá para o mundo!" "",
Que a alma da coragem respire!
E você Maria, intercede por nós,
Nós imploramos a você!

Pois ele disse: "Vamos, seja minha testemunha!" »,
Que o espírito da graça ressoe!
E você, Maria, intercede por nós,
Nós chamamos você!

Um homem.

Postagens semelhantes